SEMEANDO A AMOR À LEITURA NO CORAÇAO DAS CRIANÇAS

     Joguinho foi adotado? Como é que você começou a escrever livros? - Perguntas como estas foram sapecadas ao escritor Juliano Freire, no dia 17 de outubro, na turma da 3ª Série B da Unidade II do CEI da Romualdo Galvão, no bairro de Lagoa Nova. A professora Márcia Arruda Câmara trabalhou com os alunos o conteúdo do livro "Doninha e o Marimbondo". Rafael, Débora, Sophia, Gracyanne, Hugo, Arthur Nola, Arthur Ferreira, Gabriel, Taísa, Carol, Caroline, Ilíria, Malu, Maria Eduarda e tantas outras crianças estavam ávidas por conhecer mais sobre o trabalho de Juliano. E entre eles, o garoto que inspirou a criação do pai : Luca.

     Foram mais de 40 minutos de conversa. As crianças fizeram comparações das peripécias do Marimbondo e o perdão que ele oferece ao final do filme HOMEM ARANHA 2. O melhor na produção literária é ouvir a interpretação do leitor. Cada um tem uma maneira de ver a estória, seu próprio olhar. E a turma da professora Márcia estimulou o autor que quase não pára mais de falar com aqueles alunos. Mais um momento inesquecível para Doninha, Raribondo e seu criador.

Foto : Márcia Arruda Câmara

 



Escrito por Juliano Freire de Souza às 23h31
[] [envie esta mensagem]



A FORÇA POÉTICA DE SCHMIDT


Quando Eu Morrer

Augusto Frederico Schmidt


Quando eu morrer o mundo continuará o mesmo,
A doçura das tardes continuará a envolver as coisas todas.
Como as envolve agora neste instante.
O vento fresco dobrará as árvores esguias
E levantará as nuvens de poesia nas estradas...

Quando eu morrer as águas claras dos rios rolarão ainda,
Rolarão sempre, alvas de espuma
Quando eu morrer as estrelas não cessarão de acender-se
No lindo céu noturno,
E nos vergéis onde os pássaros cantam as frutas
Continuarão a ser doces e boas.

Quando eu morrer os homens continuarão sempre os mesmos.

E hão de esquecer-se do meu caminho silencioso entre eles,
Quando eu morrer os prantos e as alegrias permanecerão
Todas as ânsias e inquietudes do mundo não se modificarão.
Quando eu morrer os prantos e as alegrias permanecerão.
Todas as ânsias e inquietudes do mundo não se modificarão.
Quando eu morrer a humanidade continuará a mesma.
Porque nada sou, nada conto e nada tenho.
Porque sou um grão de poeira perdido no infinito.

Sinto porém, agora, que o mundo sou eu mesmo
E que a sombra descerá por sobre o universo vazio de mim
Quando eu morrer..."



Escrito por Juliano Freire de Souza às 15h40
[] [envie esta mensagem]



CONVERSANDO COM CRIANÇAS DE NOVA DESCOBERTA

Ali, no bairro Nova Descoberta, zona sul de Natal, muitas crianças fazem

da leitura diária, mais do que um passatempo. Apoiadas por educadoras do

Instituto de Desenvolvimento da Educação (IDE), gente como LUIZ FELIPE, JEAN,

MARIA DA CONCEIÇÃO, RAQUEL ROSA, ANA KALINE, JÚNIOR, JÚLIO E

ANDRÉ FELIPE dão passos firmes na estrada da leitura.

  Nesta segunda, 16 de julho, o escritor Juliano Freire, autor de "Doninha e o

Marimbondo" e "Pereyra - O menino bom de bola", esteve na Escola Estadual

Hegésippo Reis, número 405 da Rua Claudionor de Figueiredo. Lá, a professora

MARIA EVÂNIA DE OLIVEIRA (na foto com os alunos e Juliano) ajuda às crianças

a darem asas a suas fantasias, imaginação e na formação de pessoas

conscientes de suas deveres e prazeres.

  Raquel Rosa (à esquerda) e Ana Kaline, amigas e companheiras de leitura no projeto do IDE,

na Escola Hegésippo Reis. O nome da iniciativa é CASA DE SABERES.

  Luiz Felipe (à esquerda) é um dos mais curiosos, cria suas próprias

estórias e disse que vai ler a do Pereyra, todos os dias. Júnior também

não deixa "escapar" nenhum livro.



Escrito por Juliano Freire de Souza às 10h07
[] [envie esta mensagem]



PEREYRA SEGUE CONQUISTANDO CORAÇÕES

E LEITORES DE TODAS AS IDADES

   O livro "Pereyra - O menino bom de bola",     do

autor Juliano Freire de Souza, lançado pela Cortez

Editora, pode ser encontrado em algumas capitais

como Palmas (TO), Teresina (PI), e começa a ser

enviado para distribuidoras de todo o país.    Em

Natal,  exemplares da obra podem ser adquiridos

na rede de livrarias PotyLivros, em dois shopping

centers : Orla Sul e Sea Way, situadas à Avenida

Roberto Freire e na Cidade Alta,   na  Rua  Felipe

Camarão. Existe também a opção de comprar    o

livro pelo site  : www.cortezeditora.com.br

 

Fotos : José Eduardo Credidio

 



Escrito por Juliano Freire de Souza às 09h51
[] [envie esta mensagem]



O LANÇAMENTO DO PEREYRA ENCANTA IV BIENAL

NACIONAL DO LIVRO DE NATAL

   Foto com a alegria de Marília Estevão, Marília Tinôco e Vilma Lúcia, com o escritor Juliano Freire, demonstra o clima de paz

e confraternização durante o lançamento de PEREYRA - O menino bom de bola, durante a tarde e noite deste sábado, 9 de

junho, no encerramento da IV Bienal Nacional do Livro de Natal, no Centro de Convenções da Via Costeira. Segundo, muitos

livreiros presentes, foi o maior lançamento de livro desta edição do evento, com maior presença de público. Tudo graças   a

generosidade de pessoas que valorizam a cultura de terra, os textos da terra, que representados no   Pereyra,  estarão   ao

alcance de muitos leitores no Brasil, por meio da CORTEZ EDITORA, que publica a segunda obra de Freire.

    Abaixo, fotos de Valéria Credidio com muita gente, pessoas que deram um colorido todo especial ao lançamento!

Pereyra superou todas as expectativas e conquistou muitos leitores como

Rafael, Beatriz, Andrea, Matheus, Enzo, Pedro, Paulo, Pedro Guilherme, Yuri,

Yasmin, Taísa, Débora, Luana, Larissa, Gabriela, Luca, Hugo...



Escrito por Juliano Freire de Souza às 23h34
[] [envie esta mensagem]



ENCONTROS QUE ALIMENTAM A AMIZADE

OLHANDO SOMENTE PARA O FUTURO

A ALEGRIA DE SER FELIZ E PROSSEGUIR

VIVER BEM É O QUE BASTA



Escrito por Juliano Freire de Souza às 23h22
[] [envie esta mensagem]



SINCERIDADE TOMA FORMA DE GENTE

A ATENÇÃO DE QUEM LÊ A QUEM FAZ LIVROS

ELEGÂNCIA NA MANEIRA DE ENCARAR A VIDA E O PRÓXIMO



Escrito por Juliano Freire de Souza às 23h13
[] [envie esta mensagem]



MAIS AGRADECIMENTOS

O sucesso do lançamento do Pereyra, deve-se a presença generosa,

e aos votos de êxito de muita gente.

O nosso obrigado a :

Senadora ROSALBA Ciarlini

Prefeito do Natal CARLOS EDUARDO Alves

Secretária Municipal do Trabalho e Ação Social VILMA Sampaio

Juiz do TRE/RN  JOSONIEL Fonseca

Juiz do TRE/ JARBAS Bezerra

Jornalista DIÓGENES Dantas

Jornalista THAÍSA Galvão

Jornalista IVO Freire

Funcionária Pública IVANILDA Freire

Jornalista OLIVEIRA Wanderley

Jornalista Valdir JULIÃO

Jornalista ANDREA Moraes

Jornalista LEÔNIA Régia

Médico RICARDO ANDRÉ de Souza

Médico GERSON Barbosa

Promotora SIVONEIDE Tomás

Jornalista WASHINGTON Rodrigues

Expert em Moda ELIZÂNGELA Rodrigues

Empresário LUIZ Macedo Júnior

Escritor TARCÍSIO Gurgel

Professora LÍGIA Rodrigues

Escritor GILBERTO Freire de Melo

Advogada LÍGIA Limeira



Escrito por Juliano Freire de Souza às 23h07
[] [envie esta mensagem]



QUEM VEIO DE LONGE, TRAZER SEU ABRAÇO

O CARINHO DE QUEM SENSIBILIDADE

E ATENÇÃO ÀS CRIANÇAS

PEREYRA É ALEGRIA NO ESPORTE E NO FUTEBOL,

EM TODAS AS TORCIDAS

AS CRIANÇAS, BEM CONDUZIDAS PELAS FAMÍLIAS,

SÃO A ESPERANÇA DO MUNDO



Escrito por Juliano Freire de Souza às 23h00
[] [envie esta mensagem]



UMA MÃE E SEUS MARAVILHOSOS FILHOS

FILHA E MÃE, PRESTIGIANDO A CULTURA

CADA UM TEM UM POUCO DA INFÂNCIA QUERIDA, EM SEU CORAÇÃO

 



Escrito por Juliano Freire de Souza às 22h49
[] [envie esta mensagem]



PRESENÇAS MARCANTES QUE HONRAM QUALQUER ESCRITOR

A ALEGRIA NÃO TEM FIM, É VIDA QUE SE RENOVA

LER COMEÇA NA INFÂNCIA COM ESTÍMULO DOS PAIS

 



Escrito por Juliano Freire de Souza às 22h41
[] [envie esta mensagem]



GENTE DIGNA, HONRADA E DE BEM COM A VIDA

GENTE FELIZ POR NATUREZA

ETERNAS MENINAS, CARINHOSAS E MEIGAS

IRMÃOS DE SANGUE, FÉ NA VIDA, PÉ NA TÁBUA

A POESIA DA JUSTIÇA, O JUSTO E O IMUTÁVEL NA RIMA

 



Escrito por Juliano Freire de Souza às 22h25
[] [envie esta mensagem]



MUITA GENTE BOA, DO BEM, PRA CIMA

PESSOAS QUE FIZERAM QUESTÃO DE DIZERPRESENTE!          

                                                                  

                                                                     TALENTO EM FINO TRATO                                         



Escrito por Juliano Freire de Souza às 22h16
[] [envie esta mensagem]



LEITORES FORAM DAR UM ABRAÇO NO PEREYRA

FAZER DO DIREITO, A MÃO ESTENDIDA NO SENTIDO DO BEM



Escrito por Juliano Freire de Souza às 22h06
[] [envie esta mensagem]



PRESENÇAS SIMPÁTICAS E DE BOA ENERGIA



Escrito por Juliano Freire de Souza às 22h01
[] [envie esta mensagem]



 

PEREYRA ENTRA EM CAMPO

   Bola no pé, ele avança com humildade e leva consigo a esperança

de sua rua, dos vizinhos e de todos que gostam do futebol bem jogado,

da bola dividida com lealdade, do drible, da matada no peito, do chute

com classe. Assim esse menino das Rocas vai nos encantando e mostrando

que na vida, vale o esforço, o companheirismo, o respeito pelos adversários

e o grito de gol. Saber vencer é uma arte, o respeito da maioria pela minoria,

dos conquistadores aos vencidos. Lutar pelo primeiro amor é uma jogada de

craque, de quem não tem medo das dificuldades que o campo da vida impõe.

     Neste sábado, 9 de junho, você tem um encontro com este menino, misto

de coragem e ingenuidade, de amor à família e às brincadeiras, que se apaixona

pela vizinha e pelos livros, que passa com raça pela pobreza, como se entortasse

um zagueiro feroz.

      Às 16 horas, tem o lançamento de Pereyra - O menino bom de bola, de Juliano

Freire, ilustrações de Roberto Mendes e edição da Cortez Editora. É lá na Bienal

Nacional do Livro, Centro de Convenções da Via Costeira.



Escrito por Juliano Freire de Souza às 21h35
[] [envie esta mensagem]



PEREYRA É BEM RECEBIDO

Autor fala sobre lançamento de seu segundo trabalho literário

no segmento infanto-juvenil, no Bom Dia RN

PEREYRA - O menino bom de bola recebeu o carinho de duas profissionais

que honram a imprensa do Rio Grande do Norte. Nesta quinta-feira (07),

no Bom Dia RN, da InterTv Cabugi, Lídia Pace (à direita) quis saber sobre

como começou a carreira literária do escritor   Juliano Freire e    como     é

o trabalho para a distribuição do livro e as perspectivas para que a   obra

possa chegar a leitores de todo o Brasil.  "Como a Cortez é uma editora com

mais de três décadas de atuação no mercado, existe condições de que o livro

possa chegar a escolas, instituições não governamentais, o que vai possibilitar

que o PEREYRA seja lido por um número maior de leitores", disse Juliano Freire.

Depois da entrevista, Andréia opiniou que o escritor deve seguir no ramo infanto-

juvenil, mas salientou que escrever para crianças é uma grande responsabilidade.

 

Foto : Verailton Silva



Escrito por Juliano Freire de Souza às 09h51
[] [envie esta mensagem]



A PRIMEIRA A ENTREVISTAR O ESCRITOR INICIANTE

Mãe de Cecília Valente, profissional das mais dedicadas, múltiplas atividades. Assim é o dia-a-dia de Andréia Ramos, que arranjou um tempinho para dar uma olhada nas aventuras do PEREYRA. A jornalista foi a primeira a entrevistar Juliano Freire, na época do lançamento de DONINHA E O MARIMBONDO, em novembro de 2006. Foi na TV Assembléia.

Hoje, Andréia está de volta ao jornalismo da InterTV Cabugi, como editora do Bom Dia RN e responsável pela parte de Esportes da emissora. Na imprensa do RN, ela é uma das principais incentivadoras da literatura infanto-juvenil.



Escrito por Juliano Freire de Souza às 09h41
[] [envie esta mensagem]



Juliano e o colega Verailton Silva, editor da InterTV Cabugi, um dos bons textos do jornalismo potiguar, também prestando seu apoio a PEREYRA - O menino bom de bola.

Foto : Andréia Ramos



Escrito por Juliano Freire de Souza às 09h35
[] [envie esta mensagem]



OBRIGADO A TANTOS AMIGOS

Nos últimos dias, PEREYRAO menino bom de bola - tem recebido muitas mensagens, palavras de apoio e incentivo de várias pessoas, dos mais variados ramos de atuação na sociedade. São pessoas desejando êxito, telefonando, enviando e-mail, dizendo que irão ao lançamento, cumprimentando e demonstrando gestos de atenção.  Pessoas que estão apoiando o trabalho de um autor iniciante, que com esforço tem levado sua obra aos seus leitores e com muito carinho. Gente que cita os livros do escritor Juliano Freire, querendo realmente abrir espaço para PEREYRA e demonstrando carinho também por DONINHA e o MARIMBONDO. Todos perguntando pelo livro, quando é que será lançado, se o autor está ansioso, se está espelhando-se no exemplo de Monteiro Lobato, se tem outros livros a lançar e simplesmente, para dizer BOA SORTE!

A todos que puderem comparecer e aos que não poderão estar presentes no lançamento do PEREYRA, sábado 9 de junho, às 16h, na Bienal Nacional do Livro de Natal, estande da CORTEZ Editora, o meu muito obrigado!

 

Senador GARIBALDI Filho

Jornalista GERLANE Alves

Jornalista José WILDE

Jornalista ALDENIRA Oliveira

Professor e escritor Amir PIEDADE

Editor José Xavier CORTEZ

Professora IRANY Xavier

Jornalista VILMA Lúcia

Jornalista ANA PURCHIO

Professor e Conselheiro CLÁUDIO Emerenciano

Jornalista RAFAEL Duarte

Jornalista CINTHYA  Lopes

Delegada RENATA Cunha

Médica DENISE de Souza

Procuradora MARISE Costa

Jornalista JANINE Azevedo

Jornalista SOCORRO Moura

Jornalista ZENAIDE Castro

Escritor TARCÍSIO Gurgel

Médico GERSON Barbosa

Escritor GALENO Amorim

Escritor PEDRO Bandeira

Professora LÚCIA Leandro

Colunista LUÍS Henrique

Colunista Crystian de SABOYA

Servidora Pública LILIANE Acchar

Juiz JOSONIEL Fonseca

Jornalista GUSTAVO Farache

Jornalista MICHELLE Rincon

Jornalista EDMO Sinedino

Jornalista ANNE Marjorie

Jornalista ANDRÉIA Ramos

Servidora Pública e escritora LÍGIA Limeira

Jornalista JOÃO Bezerra Júnior

Jornalista JANAÍNA Amaral

Artista Ricardo BUIHÚ

Jornalista DIÓGENES Dantas

Publicitária MELISSA Cirne

Procurador Fábio VENZON

Advogada ÍRIS Catarina

Jornalista LÍDIA Pace

Professora EDNA Rangel

Designer Gráfico MAURIFRAN Galvão

Jornalista PAULO Freire

Jornalista ANA PAULA Lima

Revisora CECÍLIA Cavalcanti



Escrito por Juliano Freire de Souza às 23h31
[] [envie esta mensagem]



MAIS OBRIGADOS E RECONHECIMENTOS 

E o agradecimento especial a VALÉRIA, LUCA, NICOLE, ALÊDA, EVERALDO E ALDA LEDA porque sem a força dessas pessoas, nada Juliano poderia fazer.

O autor também divide este abraço com amigos e amigas como LUCÉLIA, JOACI, GIOVANI, NEUSA, HELLEN, REBECCA, ERIKA, FÁTIMA, SÍLVIA, ORACILDA, EDNA, GREGÓRIO, FRANCISCO OLIVEIRA, MARCOS DIONÍSIO, ROSSANA PINHEIRO, CLAUTON, ROSANA QUEIROZ, SANDRA, ALEXANDRE, CARMEM, ALEXANDRE GURGEL, FLÁVIA VASCONCELOS, MIRELA GEVAERD, MARINÊS, RENATA LACERDA, ILANA, HAYSSA, MOISÉS DE LIMA, ALDEMAR, ELKE, CARLYLE, TATIANA, ANDREA CAMPOS, RUTH, MEIRE, MARIANA, JULISKA, CLEDIVÂNIA, ZILENE, VIRGÍNIA, LINE, RAIMUNDO MUMBAÇA, JOÃO PENHA, EDILSON ALVES DE FRANÇA, MARÍLIA ESTEVÃO, MARÍLIA TINÔCO, ESTELLA DANTAS, LEANE FONSECA, JULIANA LOBO E RAFAEL CRUZ.

Todos sempre, com uma palavra de incentivo.

E outros tantos que não sei contar....

 



Escrito por Juliano Freire de Souza às 23h31
[] [envie esta mensagem]



UM GIRO PELA BIENAL DO LIVRO DE NATAL

Em um país carente de acesso aos livros é sempre

bom ter chance de poder folheá-los, lê-los,

devorá-los

   Você sabia que no Brasil, existem apenas 1.500 livrarias, quando a necessidade

seria de pelo menos 10.000. Então, pegue táxi, carona, ônibus, vá de carro se puder

mas não deixe de ir a IV Bienal Nacional do Livro de Natal. Se você não foi ainda,

perdeu a chance de ouvir escritores como Galeno Amorim, Pedro Bandeira, Gilberto

Dimenstein, Sherazade, Nélida Piñon, Nei Leandro de Castro, Juliano Freire, Vitória

Lima, Astier Basílio.

   Mas ainda dá tempo de ouvir Eduardo Shinyashiki (neste domingo, 3, às 19h);

Tarcísio Gurgel segunda-feira, 4, às 15h); Salizete Freire (terça-feira, 5, às 10h);

Gabriel o Pensador (terça, 19h) e Ziraldo (sexta-feira, 8, 19h20).

   "Viver de direito autoral no Brasil é para poucos, veja só o exemplo, aqui mesmo

no Rio Grande do Norte, o Juliano publicou um livro belíssimo (Doninha e o Marimbondo),

com design gráfico belíssimo e tem dificuldade de distribuição", observou Pedro Bandeira,

um dos maiores escritores de livros infantis do Brasil. Ele já publicou mais de 50 livros,

entre eles "Os Karas" e "A hora da verdade", lúcido, ativo e ótimo contador de estórias,

como as de Pedro Malasartes, aos 65 anos.

    Juliano, Pedro e Galeno Amorim conversaram sobre o ofício do escritor, na noite do

sábado (2 de junho), na Bienal do Livro. Galeno trabalhou 20 anos em O Estado de S.

Paulo, tem um blog sobre leitura (www.blogdogaleno.com.br) e atualmente, dirige o

Instituto de Desenvolvimento de Estudos Avançados do Livro e Leitura (IDEALL).

   Eles e você leitora, você leitor deste blog, estão convidados para o lançamento

de "PEREYRA - O menino bom de bola", às 16h no estande da Cortez Editora, na

Bienal de Natal - sábado dia 9 de junho. 

 

 



Escrito por Juliano Freire de Souza às 09h07
[] [envie esta mensagem]



AS IDÉIAS DE PEDRO E GALENO

   Concentrado e honrado em mediar o debate dos escritores Pedro Bandeira e Galeno

Amorim, na noite de sábado (02), na Bienal, Juliano Freire ouve, O Pedro refletir com

o público presente, no Centro de Convenções : "Como se aprender a nadar? Nadando;

Como se aprende a andar de bicicleta? Andando de bicicleta; e Como se aprende a

Escrever? Escrevendo; e Como se aprende a Ler? Lendo (...) O conhecimento é um

esforço individual, o professor pode ler, estimular, mas quem vai aprender e obter o

conhecimento é o estudante (...) o Escritor de livros infanto-juvenis é aquele que planta

para o futuro, não podemos deixar de ser educadores, não somos só literatos, somos

atuantes políticos, enquanto formadores de consciência, temos um papel inportante na

formação do leitor (...)".

            "Você não vai encontrar (entre os escritores de infantis

            e infanto-juvenis) canalhas, e sim idealistas, sonhadores

            demais"     -     PEDRO BANDEIRA 

 

    Galeno Amorim quando teve a oportunidade de ser gestor público instalou bibliotecas em Centros Culturais,

Escolas de Samba, Igrejas Evangélicas e Católicas, Associação de Moradores de Bairro e Núcleos de Favela.

"A cada feira da cultura que a gente promovia, uma biblioteca era inaugurada", lembra Galeno.

    Pena que os governos seguintes em Ribeirão não mantiveram a inovadora idéia.

    Nos países mais ricos, é comum o cidadão mais pobre obter livros em bibliotecas públicas.

 



Escrito por Juliano Freire de Souza às 08h51
[] [envie esta mensagem]



ESCRITORES INFANTIS SÃO...

...AQUELES QUE NÃO CANSAM DE SONHAR

 

José de Castro deu vida a A Marreca de Rabeca; Pedro Bandeira vendeu 20 milhões de livros; Juliano Freire inicia

no ramo com muitos sonhos e projetos; Galeno Amorim "plantou" 80 bibliotecas públicas quando foi secretário de

Cultura de Ribeirão Preto. Todos defendem o acesso das populações mais carentes ao mundo dos livros e que as

bibliotecas públicas disponham de mais livros para quem não pode comprar. E o pequeno Luca, perto dos homens

das letras, também começa a sonhar, a plantar a imaginar seus próprios vôos!

 

Foto : Valéria Credidio

 



Escrito por Juliano Freire de Souza às 08h31
[] [envie esta mensagem]



UMA DAS CONTADORAS DE ESTÓRIAS

MAIS QUERIDAS DO BRASIL

   Sherazade faz sucesso por onde passa. No sábado, 2 de junho, falou sobre

Contos e Encantos durante a IV Bienal Nacional do Livro de Natal, realizada

pela Câmara Brasileira do Livro e organizada pela Acessus. Atuou como contadora

de estórias dos programas X-TUDO (Tv Cultura), Domingo Milionário (TV Manchete),

Eliana e Alegria (TV Record). Especializou-se em contos africanos, japoneses, hindus

e indígenas. Adaptou para CD, o Clássico João e Maria (Editora Cosac & Naify),

deixando o texto com a cara dos dias de hoje. Também gravou o CD "Sherazade e os

Bichos" (Gravadora Azul Music). Em destaque, neste trabalho, a fauna dos quatro

cantos da Terra. A atriz Raquel Barcha é quem dá vida, alma e talento a Sherazade.

Na foto, o encontro com o escritor Juliano Freire.

 

Foto : José de Castro

 



Escrito por Juliano Freire de Souza às 08h30
[] [envie esta mensagem]



TV PONTA NEGRA DESTACA BIENAL

    Comandada pela simpática repórter Anne Marjorie, a equipe da TV Ponta Negra mostrou o

livro "PEREYRA - O menino bom de bola", no estande da Cortez Editora, neste sábado 2 de

junho. Ouviu o presidente da companhia editoral, conversou com o autor Juliano Freire e ainda

apresenta aos telespectadores do TUDO DE BOM, programa apresentado por Priscilla de Sousa,

de segunda a sexta, ás 10h45, dicas de livros, feitas pelo escritor. A reportagem deve ir ao ar

no programa de Priscilla, na segunda (04) ou na terça (05).



Escrito por Juliano Freire de Souza às 08h21
[] [envie esta mensagem]



PEREYRA - O menino bom de bola

SERÁ LANÇADO DIA 9 DE JUNHO

NA BIENAL DE NATAL



Escrito por Juliano Freire de Souza às 21h10
[] [envie esta mensagem]



MÁRIO SOARES TEM CONTATO COM

"DONINHA E O MARIMBONDO"

Durante sua passagem por Natal, o ex premier português fez questão de ter

contato com estudantes, para debater e responder muitas perguntas

    Baluarte da democracia portuguesa, conquistada pós Revolução dos Cravos, de

25 de abril de 1974, Mário Soares é um homem que atingiu status de profunda

respeitabilidade em sua nação e no além-mar. Obteve vitórias e reveses e

alcançou o patamar dos líderes que não são esquecidos por sua gente. Hoje (19),

o escritor Juliano Freire e seu filho Luca, de 8 anos, tiveram contato pessoal com

o estadista que honrou o nome da terra que tem os Trás-os-Montes, Ribatejo, Alentejo,

Algarve, Viana do Castelo, Évora, Sintra, Setúbal, Estorial, Cascais, e tantas outras

belezas, terra do vinho do Porto e do bom bacalhau, terra que tem um homem público

que ao não ser mais candidato, permanece político, com P, e igual a bebida nobre,

melhor a cada passar de ano.

   Mário Soares orgulha Portugal como nomes da grandeza de Amália Rodrigues, Fernando

Pessoa, Egas Moniz, José Saramago, Eça de Queiroz, Florbela Espanca, Irmã Lúcia.

   Viva as raízes portuguesas e sua literatura, que consegue produzir do mais erudito ao

texto puro de estórias como "Doninha e o Marimbondo", também ganhando o além-mar.

 

foto : Valéria Credidio



Escrito por Juliano Freire de Souza às 13h51
[] [envie esta mensagem]



  "Luca você é a cara do pai", observou Mário Soares, muito ativo aos

82 anos, esbanjando vitalidade e dever cívico. Um dos maiores estadistas

europeus de todos os tempos, este homem que enfrentou e liderou

patrícios portugueses no exílio contra o regime de Salazar, tornou-se

maior do que Portugal. Ajudou a inserir o seu país na União Européia, em

meados dos anos 1980, tirando sua nação do atraso. "Acho o sotaque dos

brasileiros, o jeito de falar português mais bonito do que o de Portugal, lá

os portugueses `comem´ as sílabas" - disse o estadista lusitano durante

uma de suas palestras em Natal.

  Mário Soares foi homenageado na Universidade Potiguar (UnP), na

Governadoria, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e

na manhã deste sábado (19 de maio), gravou depoimento ao programa

MEMÓRIA VIVA, da TVU canal 5, mediado pelo professor Tarcísio Gurgel e

com participação do cientista político, Cláudio Emerenciano e do advogado

Ticiano Duarte.

foto : Valéria Credidio



Escrito por Juliano Freire de Souza às 13h39
[] [envie esta mensagem]



O estadista conversa com Juliano Freire, falando de seus cinco netos.

"Não sei se terei mais...você fez uma dedicatória bem grande". E

aproveitou para abençoar Luca Freire, feliz por conhecer um homem

que foi primeiro-ministro e presidente de Portugal, sem perder a

simplicidade e a ternura dos pequenos gestos.

Foto : Valéria Credidio



Escrito por Juliano Freire de Souza às 13h32
[] [envie esta mensagem]



UMA MENSAGEM PARA OS JOVENS DA FRANÇA

"Sejam dignos de nós"

   Independentemente das críticas que recebe, por causa de seu estilo, o presidente da França, o conservador Nicolas Sarkozy, decidiu na quarta-feira, 16, dia de sua posse, que esta carta de despedida de Guy Moquet, um jovem comunista executado em 1941 pelos nazistas, fosse lida ao começo das aulas nas escolas francesas.

"Minha querida mamãe, meu adorado irmão, meu amado papai: Vou morrer! O que lhes peço, sobretudo a você, mamãe, é que sejam corajosos. Eu sou e quero ser, assim como todos os que passaram antes de mim. Sem dúvida eu teria gostado de viver. Mas o que desejo de todo o coração é que minha morte sirva para algo. Não terei tempo de abraçar Jean. Abracei meus dois irmãos Roger e Rino. Não pude fazê-lo com o verdadeiro, lamentavelmente. Espero que lhe entreguem toda a minha roupa, porque poderá servir para Serge; acredito que ele ficará feliz em usá-la algum dia. Papai, sei que, como a mamãe, lhe causei muitas penas e o saúdo pela última vez. Quero que saiba que fiz o possível para seguir o caminho que você me mostrou. Um último adeus a todos os meus amigos e a meu irmão, ao qual quero muito. Que estude para que se torne um homem.
Dezessete anos e meio. Minha vida foi curta, não lamento nada, só deixá-los. Vou morrer com Tintin e Michels. Mamãe, peço-lhe que me prometa que será corajosa e superará suas penas. Não posso escrever mais. Deixo a todos vocês, abraçando-os com todo o meu coração de menino. Valor! Seu Guy, que os quer muito.

PS: Aos que ficam: sejam dignos de nós, dos 27 que vamos morrer
."

Tradução: Luiz Roberto Mendes Gonçalves

 



Escrito por Juliano Freire de Souza às 07h19
[] [envie esta mensagem]



PRÓXIMO LIVRO DE JULIANO FREIRE FALA

DE INFÂNCIA, FUTEBOL, ESTUDO E SUPERAÇÃO

DE DIFICULDADES

Livro será lançado pela Cortez Editora

   No último dia da Bienal Nacional do Livro de Natal, que

será realizada no Centro de Convenções da Via Costeira,

de 31 de maio a 9 de junho, a criançada, pais e professores

têm um encontro marcado com a leitura, a literatura infantil

e um de seus autores aqui no Rio Grande do Norte : NO DIA

9 DE JUNHO, JULIANO FREIRE LANÇA ÀS 16h NO ESTANDE

Nº 28, DA CORTEZ EDITORA O LIVRO "PEREYRA - O MENINO

BOM DE BOLA", fruto de dois anos de pesquisas, dedicação,

texto e ilustrações.

   PEREYRA conta a estória de um menino travesso, querido

pelos vizinhos e pelos pais, que gosta de se divertir e ser

feliz, brincar, jogar bola e nem por isso deixa de ajudar em

casa, cuidar de seus irmãos e estudar para vencer a pobreza.

É claro que também tem futebol.

 

foto : Socorro Moura



Escrito por Juliano Freire de Souza às 09h10
[] [envie esta mensagem]



 

LIVRO DE CINÉFILOS POTIGUARES

SERÁ LANÇANDO EM SÃO PAULO

 

   O livro CLARÕES DA TELA será lançado em São Paulo no dia 6 de junho, 19 horas, no SESC/Pompéia, instituição cultural prestigiada e que divulga bem suas atividades. Haverá apresentação de canções ligadas a filmes. O livro conta com artigos e críticas de filmes famosos do cinema, com textos do historiador Marcos Silva, jornalistas Juliano Freire, Rodrigo Hammer, Arlindo Freire; do jurista Fernando Pimenta; do intelectual Jean Charlier Fernandes e outros apreciadores da sétima arte. Juliano escreveu sobre "O Professor Aloprado", obra do comediante Jerry Lewis. O livro foi lançado em outubro de 2006.

   Entre 13 e 29 de junho, haverá 6 oficinas sobre CINEMA E LITERATURA na mesma entidade, motivada pelo lançamento do livro CLARÕES DA TELA e contará com a participação de 3 colaboradores do volume (Marcos Silva, Moacy Cirne e Neusah Cerveira), mais três cinéfilos paulistanos (Tacumi Yoshida, Maria Christina Thomé e Gilberto Maringoni).



Escrito por Juliano Freire de Souza às 11h25
[] [envie esta mensagem]



Um dia para lembrar da têmpera de Churchill

   O mundo que temos hoje, apesar de seus inúmeros defeitos e problemas, deve

muito ao espírito de um Homem, um sujeito boêmio, que adorava um charuto,

as vezes de gênio irrascível, obstinado, elegante, grande orador. Há 62 anos,

ele estava ao lado da família real, na sacada do Palácio de Buckingham, saudando

e sendo reconhecido por milhares de pessoas. Era Londres, comemorando o DIA

DA VITÓRIA DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL NA EUROPA. Se puder, ouça neste 8 de

maio A Marcha de Pompa e Circunstância, de ELGAR, a música da vitória!

   Sir Winston Leonard Spencer Churchill, o homem que derrotou Adolf Hilter

   Dedicaremos mais espaços a passagens da vida dele.

Churchill, lord do Amirantado no início da 2ª Guerra Mundial

 

(...) A Royal Navy tinha uma superioridade esmagadora sobre a esquadra alemã na superfície, mas teve que se desdobrar para fazer frente às obrigações inglesas mundo afora e proteger as rotas comerciais. Não houve grandes batalhas navais, mas algumas vitórias que mostraram o valor e a ousadia do “espírito de Nelson” que pareciam ter faltado na Primeira Guerra Mundial. O “encouraçado de bolso” alemão Graf Spee foi encurralado em águas sul-americanas por cruzadores ingleses e teve que ser vergonhosamente afundado pela própria tripulação, enquanto uma audaz incursão ao navio de suprimentos Altmark, em águas norueguesas, libertou os prisioneiros ingleses nele guardados. Os submarinos alemães passaram a ser o maior problema, embora ainda fossem muito poucos para constituir perigo maior para os navios mercantes, e desde o início da guerra foi organizado o sistema de comboios. Porém, logo no começo da guerra, o porta-aviões Courageous foi posto a pique e um audacioso ataque à base naval inglesa de Scapa Flow afundou o encouraçado Royal Oak em seu ancoradouro, ambos com pesadas baixas. Apesar deste revezes, a firmeza e a determinação de Churchill asseguraram a crescente confiança da marinha e do público(...)

DO LIVRO "WINSTON CHURCHILL", de Stuart BALL, Editora Nova Fronteira.

DICA DE LEITURA DO JUIZ FEDERAL MANUEL MAIA

 

Esta página de hoje também é dedicada a FLÁVIO AUGUSTO FREIRE ALVES DE SOUZA (in memorian)

e a JUSSARA GAUDEUL FREIRE, doutora em Sociologia e professora da UFRJ

 

 



Escrito por Juliano Freire de Souza às 07h36
[] [envie esta mensagem]



E o cara ó aí

 

Ap

 

O presidente americano George W. Bush e a rainha da Grã-Bretanha, Elizabeth II comemoraram nesta segunda (7) o 400º aniversário da chegada dos primeiros britânicos a Jamestownt, na Virgínia.  Ele lembrou o longo histórico de relações da rainha com governos norte-americanos, e foi aí que aconteceu a gafe. "O povo americano tem o orgulho de receber Vossa Majestade novamente nos Estados Unidos, uma nação que a senhora conhece muito bem. Afinal de contas, já jantou com 10 presidentes norte-americanos. Ajudou nossa nação a comemorar o bicentenário em 17... em 1976", disse Bush.

Bush deu um olhar maroto para a rainha ao interromper a fala e corrigir o erro. Ela devolveu o olhar. Se estivesse presente em 1776, ela teria mais de 200 anos de idade. Elizabeth tem 81 anos, e está no trono há 55 anos. É uma da mulheres mais ricas da Inglaterra.

 

Com informações da reuters e agestado



Escrito por Juliano Freire de Souza às 22h12
[] [envie esta mensagem]



UM ESTADO PARA CONHECER, PERCORRER A ADENTRAR

            O Piauí é um Estado interessante. Suas principais atrações estão situadas mais distantes da capital, Teresina. Ao norte, pode-se conhecer o Delta Selvagem do Rio Parnaíba, onde se pode contemplar a Lua Cheia sobre o mar.

 

            Rios perenes, serras, cavernas com pinturas rupestres, cânions e altitudes de 600 metros são alguns atrativos de quem passa pelo município de São Raimundo Nonato, mais ao sul, a 530 quilômetros da capital.

 

            Lá fica o Parque Nacional da Serra da Capivara, um local repleto de fósseis humanos, utensílios rudimentares. É um verdadeiro patrimônio cultural da humanidade. Fala-se em presença humana no local há 12 mil, 15 mil anos.

Belíssima peça da arte piauiense, a

venda no Centro de Artesanato

O blog esteve no Piauí, em cumprimento a atividades profissionais e não deixou de reconhecer a beleza daquela unidade da Federação.

 

            Na Serra da Capivara fica o Museu do Homem Americano. Ali, incrustado entre rochas, sítios arqueológicos, cenário ideal para rapel e trekking.

 

            No nordeste piauiense ficam cidades aprazíveis como Pedro II, capital da Opala, bonita pedra que encanta os visitantes do lugar, também conhecido como centro de inverno e pelas cachoeiras. Lá no município que leva o nome do segundo imperador brasileiro fica o Morro do Gritador, a 800 metros do nível do mar.

 

            E tem gente que acha que isso só existe na Europa, América do Norte ou Serras Gaúchas.

 

            Quem andar pela capital pode ir até o Centro de Artesanato do Piauí, comprar representações de pinturas rupestres em madeira, na loja do seu Carlos, comprar peças de Opala, saborear Maria Izabel, prato típico a base de carne-de-sol. Dá também para ver o célebre Encontro dos Rios (Parnaíba e Poty); tirar uma foto em frente ao palácio Karnak, assistir apresentações de Bumba-meu-boi e tomar uma cajuína em qualquer dos bares espalhados por Teresina.

 

            Piauí é lugar também de gente boa, calor humano e muito ecoturismo.

 

 



Escrito por Juliano Freire de Souza às 11h36
[] [envie esta mensagem]



Pinturas rupestres são a marca registrada

do Piauí, como um código, uma identidade

que une passado e presente.



Escrito por Juliano Freire de Souza às 11h33
[] [envie esta mensagem]



Escultura gigantesca mostra a relação do Piauí com Pré-história



Escrito por Juliano Freire de Souza às 11h32
[] [envie esta mensagem]



Nas paredes do Centro de Artesanato do Piauí,

pinturas contam a história do Estado, criado por

Domingos Jorge Velho.



Escrito por Juliano Freire de Souza às 11h31
[] [envie esta mensagem]



HÁ OITO ANOS, A MELHOR NOTÍCIA

Dia 6 de maio de 1999. Nesta data, às 20h45, minha vida ganhava ainda mais

sentido, nascia Luca, este menino esperto e carismático, que encanta a quem o

conhece. Cara leitora, amigo leitor, perdoe a emoção : Ser pai do Luca é algo

de muito especial, muito mais do que jamais esperei ser, uma benção de Deus!

Nesta foto, Luca está ao lado da repórter Liane Motta, da Tv Assembléia, para

a qual concedeu entrevista em 18 de abril, durante a Semana da Leitura.

DEDICO A ELE, O ESPAÇO DE HOJE, AO PRIMEIRO LEITOR DE MINHAS ESTÓRIAS



Escrito por Juliano Freire de Souza às 20h43
[] [envie esta mensagem]



OUTRO SONHO COMEÇA A VIRAR REALIDADE

    As estripulias, peripécias, travessuras e esperanças de um menino

natalense fazem parte do novo projeto editoral do autor Juliano Freire,

que na noite do domingo (29 de abril), assinou contrato com uma grande

editora para a publicação de seu segundo livro.

   Ao lado do filho, Luca, 7 anos, o escritor começa a desenhar um novo

sonho, atendendo ao pedido de vários leitores mirins e adultos, que já

perguntavam pelo próximo trabalho. Nada disso seria possível sem  a

cumplicidade e apoio de Valéria, a força do Luca e a Luz de Nicole.

NOS PRÓXIMOS DIAS, OS LEITORES DO BLOG TERÃO MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O ASSUNTO

 

 



Escrito por Juliano Freire de Souza às 21h48
[] [envie esta mensagem]



TOP PROMOVE CONTAÇÃO DE ESTÓRIA

DA FORMIGA MAIS SIMPÁTICA E ESPERTA

DO MARIMBONDO MAIS RANZINZA E CORAÇÃO PURO

Marilene contava a estória com uma interpretação cheia de ritmo e

toque pessoal, Iodineide fazia uma Doninha acuada pelo malvado

Marimbondo, interpretado por Milena. As três professoras do TOP deram

vida e amor aos personagens da fábula infantil de Juliano Freire. Projetaram

as imagens na tela e fizeram mais do que isso, encantaram as crianças da

Educação Infantil até o 5º ano do TOP Sistema de Ensino, situado em Cidade

Satélite. Lá existe uma constelação de carinho pelas crianças.

Com 30 anos dedicados à educação e formação de jovens e crianças, o médico

e educador Gleico Ferreira de Carvalho, diretor pedagógico do TOP, foi uma

das pessoas que prestigiaram a contação. A Equipe de Educadores do colégio

emprestou toda sua capacidade para a contação da estória.

Gleico ajudou a fundar escolas em São Paulo, sobretudo em Ribeirão Preto,

onde foi um dos responsáveis em tornar o COC uma potência educacional.

Hoje, ao lado do diretor geral, Sérgio Procópio, fazem do TOP um local onde

se valoriza a leitura, o esporte e a cidadania.

Abraços para Marilene, Milena, Iodineide, Alexandre Gurgel e a todas as

pessoas que viabilizaram a contação.

Natal, 27 de abril de 2007 - UM FINAL DE TARDE PARA NÃO ESQUECER!



Escrito por Juliano Freire de Souza às 12h52
[] [envie esta mensagem]



AS PRIMEIRAS A INTERPRETAR

DONINHA E O MARIMBONDO 

Uma honra para o escritor JULIANO FREIRE, ao final da contação de "Doninha e o Marimbondo"

no TOP, o autor fez questão de registrar o encontro com as primeiras pessoas a interpretar

as personagens da estória. IODINEIDE (de óculos) é a cara da Doninha, tranqüila e cheia de

bons sentimentos. MILENA (loira) é uma pessoa de pura energia, do bem e se disse honrada de

participar da contação. Fez questão de entregar um livro para um aluno querido, DIEGO, de três

anos, um garoto feliz e animado, adora uma brincadeira, igual a JOGUINHO, que nem RARIBONDO.

VOCÊS FAZEM PARTE DESTE SONHO, QUE TRANSFORMOU-SE EM

REALIDADE E TEM ENCANTADO TANTOS E BONS CORAÇÕES



Escrito por Juliano Freire de Souza às 12h41
[] [envie esta mensagem]



O Marimbondo (Milena) não tem pena de Doninha (Iodineide), quer encher

a pança de qualquer jeito, não vai dar chance para a pobre formiga, que tem

que usar a cabeça para se salvar, argumentar, arranjar um modo de não ser

a tão esperada refeição do inseto voador!  Argh!



Escrito por Juliano Freire de Souza às 12h28
[] [envie esta mensagem]



Direção, professoras e alunos do TOP deram grande acolhida a

"Doninha e o Marimbondo" no final daquela tarde de sexta.  E

nos deram a certeza de que a literatura infantil tem espaço e

um lugar no coração de todos.



Escrito por Juliano Freire de Souza às 12h25
[] [envie esta mensagem]



Marilene narrava, Iodineide trabalhava e Milena queria caçar, devorar

e jantar a pobre Doninha. Este Marimbondo é fogo!



Escrito por Juliano Freire de Souza às 12h22
[] [envie esta mensagem]



 GABRIEL E A "PREFEITA"

Dois estudantes chamaram a atenção, entre várias crianças inteligentes e

atentas. Gabriel e Fernanda, do 5º ano do TOP, perguntaram, mostraram

interesse e responderam a questões feitas pelo autor. Gabriel adorou a parte

em que Marimbondo vira defensor da natureza e da ecologia. E Fernanda é uma

das crianças mais respeitadas e queridas do colégio. Por que? Ora, ela é a prefeita

da NatalLândia - a mini-cidade do TOP, que ensina as crianças a prática da Cidadania.



Escrito por Juliano Freire de Souza às 12h20
[] [envie esta mensagem]



Uma Doninha bem autêntica, boazinha e de um coração bondoso e um Marimbondo,

esfomeado e zangado, interpretados com muito amor por duas professoras que honram

a educação infantil pelo amor que têm pelas crianças...é ótimo ver a obra ganhando vida,

aceitação e recebendo tanto amor, passando uma boa lição para crianças e adultos.



Escrito por Juliano Freire de Souza às 12h14
[] [envie esta mensagem]



A biblioteca Deífilo Gurgel - justa homenagem do TOP ao maior folclorista vivo do Rio

Grande do Norte - estava com vários garotos jogando xadrez, na noite da sexta-feira (27).

Agora, além de alegria, inspiração, leitura, jogos em tabuleiro, também haverá espaço para

exemplares de "Doninha e o Marimbondo", que estarão lá à disposição dos alunos do TOP,

para dar alento à fantasia e a imaginação, como gostam Deífilo, Juliano e todos que adoram

contar histórias e estórias!



Escrito por Juliano Freire de Souza às 12h10
[] [envie esta mensagem]



A professora Marilene Timóteo, o autor Juliano Freire e Luca Freire, seu filho e primeiro

a ouvir "Doninha e o Marimbondo", garoto que inspirou a obra do pai e crítico perspicaz

de todos as estórias escritas por Juliano. E vem mais por aí!

 



Escrito por Juliano Freire de Souza às 12h07
[] [envie esta mensagem]



[ ver mensagens anteriores ]





Meu perfil
BRASIL, Nordeste, NATAL, Homem, de 36 a 45 anos, English, French, Cinema e vídeo, Livros
MSN -



Histórico
14/10/2007 a 20/10/2007
26/08/2007 a 01/09/2007
15/07/2007 a 21/07/2007
10/06/2007 a 16/06/2007
03/06/2007 a 09/06/2007
20/05/2007 a 26/05/2007
13/05/2007 a 19/05/2007
06/05/2007 a 12/05/2007
29/04/2007 a 05/05/2007
22/04/2007 a 28/04/2007
15/04/2007 a 21/04/2007
08/04/2007 a 14/04/2007
01/04/2007 a 07/04/2007
25/03/2007 a 31/03/2007
18/03/2007 a 24/03/2007
11/03/2007 a 17/03/2007
04/03/2007 a 10/03/2007
18/02/2007 a 24/02/2007
11/02/2007 a 17/02/2007
04/02/2007 a 10/02/2007
28/01/2007 a 03/02/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
07/01/2007 a 13/01/2007
31/12/2006 a 06/01/2007
24/12/2006 a 30/12/2006


Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
UOL - O melhor conteúdo
BOL - E-mail grátis